Entorno do hotel fazenda: Florença

Firenze, FlorenÇa

Florença, Italia: Ponte Vecchio Um turista que chega a Florença deve dedicar a primeira visita a Galeria Degli Uffizi que acolhe uma das mais ricas coleções de arte do mundo, iniciada pelos Médici no século XV. Um vasto panorama da pintura toscana dos "primitivos" ao século XVI, ao lado de uma vasta representação das outras escolas italianas e estrangeiras, uma seleç ão de esculturas clássicas, "Arazzi" (trabalho manual em tecido com figuras ornamentais) uma interessante galeria de autos-retratos e uma sala de desenhos e estampas. Ao lado "Degli Uffizi"se encontra o "Palácio Vecchio", com os seus quarteirões monumentais que criados nos séculos XV e XVI, conservam o caráter original decorado de "afrescos", móveis, pinturas e Arazzi.
Se é um belo dia, é essencial que ocorra a tarde um passeio ao Vialle dei Colli até o Piazzale Michelangelo, onde se admira a mais bela vista da cidade.
Florença, Itália: Duomo, Battistero e campanileDeve-se visitar certamente o Battistero, o "Bel San Giovanni di Dante", esta uma construção do século V, com uma reestruturação  interna e externa completa entre Xl e Xll, é muito admirada a porta de ouro Del Ghibert.
Ao lado temos o Duomo ou Santa Maria del Fiore, Iniciada por Arnolfo di cambio em 8 Setembro 1296, sobre as antigas fundações da Cadedrale de Santa Reparata. A obra foi levada a frente depois da morte de Arnolfo e em 1436 è terminada a cúpula Filippo Brunelleschi.
A direita do Duomo, è localizado o "Campanile" iniciado por Giotto em Julho de 1344 e continuado, depois da sua morte, por Andrea Pisano e depois por Francesco Talenti que o terminou em 1359.
Outra parada obrigatória è a "Piazza della Signoria" onde esta o majestoso "Palazzo Vecchio", sede da prefeitura da cidade. A direita do palácio, esta o monumento "Logia dei Lanzi".
Numerosas obras de escultura posicionadas na praça, e embaixo da Loggia (entre os mais famosos o "Il Perseo di benevenuto Cellin"i e "il Ratto delle sabine del Giambologna) formam um verdadeiro museu a céu aberto. Outra parada obrigatória  é a " Galleria dell"Accademia onde estão algumas das maiores obras de Michelangelo entre elas "Il David". No interior da Galeria se encontra também um museu com obras de pintores de Florença do século XIII ao XVI.
Para concluir esta rápida olhada nos monumentos maiores de Florença, temos Palazzo Pitti, o maior palácio de Florença. ao interno se encontram a "Galleria Palatina e de Pitti (acolhe muitas obras de artistas italianos e estrangeiros de 1400 a 1700), a Galeria D'arte moderna( pintura toscana de XlX e XX), o museu "Degli Argenti", o museu "Delle carrozze "e os apartamentos reais.
Atrás do palácio se abre "Il Giardino di Boboli", um dos maiores exemplos de jardim all'italiana, cheio de estátuas, fontes e de vegetações extremamente curadas e raras.
Entre as igrejas mais importantes de Florença limitamos a sinalizar "Santa Croce" (Onde estão as tumbas dos "Grandes" italianos), San Lorenzo (com as tumbas dos Medice, obra de Michelangelo), Santa Maria del Carmine (com a "Capella Brancacci", affrescata dal Masaccio) Santa Maria Novelle (com o "Crocifisso del Bruneleschi e um crucifixo sobre o túmulo di Giotto), San Miniato al Monte, Santo Spirito e a igreja convento "Di San Marco".

Florença ~ Siena ~ Volterra




trivago, o Comparador de Hotéis


Siena European Capital of Culture 2019 Candidate City